Pergunta aborrecida a figurões cinzentos

O Jornal i colocou a 28 personalidades portuguesas a pergunta “É possível acabar com a pobreza no mundo?”, num daqueles aborrecidos exercícios especulativos a que as figuras públicas, por vezes, são chamadas a participar. Trata-se dos melhores entre nós, do escol, da crème de la crème, políticos, artistas, académicos, economistas, gente que está no topo da hierarquia social, e tudo o que tem para nos dizer é mais do mesmo. Melhores políticos, reforço da agenda da ONU contra a pobreza, combate à corrupção, incentivo à economia, caridade, educação, acabar com os muitíssimos ricos. O filósofo José Gil ainda chega a falar na substituição do sistema capitalista, mas acrescenta de seguida, como que a emendar a mão, que ninguém sabe como fazê-lo. Mostra o doce e depois esconde-o perversamente atrás das costas.

“É impossível responder. Implicaria a substituição total do sistema capitalista que hoje gere o planeta e ninguém sabe como fazê-lo. Andam todos os pensadores, todos os socialistas e toda a esquerda a ver se dizem qualquer coisa de novo e não sai nada.”

É esta a opinião mais ousada deste grupo de ilustres. As propostas para uma ambiciosa resolução de um problema como a pobreza são tudo menos ambiciosas e passam, regra geral, pela intensificação do que de alguma forma já existe. Não há nada de novo e não há intenção de terminar alguma coisa do que já existe. Se exceptuarmos a proposta “o problema está nos riquíssimos” de Vitorino de Almeida, nenhum deles toca sequer no statu quo, numa demonstração do que é moderação e bom comportamento vinda da elite. É esta a tónica dominante entre estes ilustres, moderação e acatamento das regras do jogo. Até os comunistas Carlos Carvalhas e Odete Santos afinam por este diapasão, no que se tem tornado norma nos partidos de esquerda de deitarem o anti-capitalismo para trás das costas. O que temos de deitar fora não é o querer o fim da exploração, o que temos de deixar para trás são estes figurões cinzentos e imperceptíveis, minados até ao tutano com os vícios do sistema. Jorge Sampaio? Manuela Eanes? Tenho mais esperança nas formigas da minha cozinha.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Semeador de Favas  On Terça-feira, 26 Janeiro 2010 at 2:13 am

    Sinceramente, estive perto de largar o artigo linkado logo no título, onde se chega a falar da eliminação da pobreza do mundo pela entrega do comando do país aos espanhóis?! Mas, com um pouco de paciência esforçada, lá consegui ir pela coisa abaixo.
    Não se aproveita nada…enfim, uma salganhada intragável de buçalidades. A tibieza do José Gil, essa, é absolutamente incompreensível. Dá a resposta: «Implicaria a substituição total do sistema capitalista», para depois dizer «ninguém sabe como fazê-lo».
    Mas afinal, quem é que não sabe como fazê-lo? Quem é que tenta fazê-lo, quem finge fazê-lo e quem impede fazê-lo? Bastaria a um homem com inteligência de José Gil partir destas interrogações básicas para dizer qualquer coisa de menos cinzento. E talvez até esgalhar um artigo escorreito sobre o tema numa das suas ocasionais tribunas mediáticas. Era uma ajuda.
    Mas não, limitemo-nos a dizer que ninguém sabe como fazê-lo. Ora aí está uma grande ajuda…
    E se por ventura existisse para aí um qualquer oráculo, um génio da lâmpada com uma solução mágica, bastaria consultá-lo e estaria o assunto arrumado era?
    Enfim, espera-se melhor de um filósofo.
    Penso eu cá para os meus botões.

    Um abraço Mescalero.
    P.S: Vejo que andaste a caiar a casa.

  • mescalero  On Terça-feira, 26 Janeiro 2010 at 2:05 pm

    É verdade. Convém mudar os móveis do sítio e pintar as paredes de vez em quando para não cansar.

    Quanto à elite, o mesmo de sempre. E cá estamos nós para dizer que o rei vai nu.

    abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: