Pontos de vista

1 Do ponto de vista do mocho, do morcego, do boémio e do ladrão, o crepúsculo é a hora do café da manhã.

A chuva é uma maldição para o turista e uma boa nova para o camponês.

Do ponto de vista dos autóctones, o que é pitoresco é o turista.

Do ponto de vista dos índios das ilhas Caraíbas, Cristóvão Colombo, com seu chapéu com plumas e sua capa de veludo vermelho, era um papagaio de dimensões nunca vistas.

2 Do ponto de vista do Sul, o verão do Norte é o inverno.

Do ponto de vista de uma minhoca, um prato de espaguetes é uma orgia.

Onde os hindus vêem uma vaca sagrada, outros vêem um grande hambúrguer.

Do ponto de vista de Hipocrátes, de Galeno, de Maimónídes e de Paracelso, existia uma doença chamada indigestão, mas nenhuma doença chamada fome.

3 Do ponto de vista do Oriente do mundo, o dia do Ocidente é a noite.

Na Índia, os que estão de luto vestem-se de branco.

Na Europa antiga, o negro, cor da terra fecunda, era a cor da vida, e o branco, cor dos ossos, era a cor da morte.

Segundo os velhos sábios da região colombiana do Chocó, Adão e Eva eram negros e negros eram seus filhos Caim e Abel. Quando Caim matou o seu irmão com um golpe de bastão, a cólera de Deus trovejou. Diante da fúria do Senhor, o assassino empalideceu de culpabilidade e de medo, e empalideceu tanto que continuou branco até morrer. Nós, os brancos, somos todos filhos de Caim.

4 Se os santos que escreveram os Evangelhos tivessem sido santas, como seria explicada a primeira noite da era cristã?

São José, contam as santas, era mal-humorado. Era o único amuado na creche em que o menino Jesus, recém-nascido, resplandescia em seu berço de palha. Todos sorriam: a Virgem Maria, os anjinhos, os pastores, as cabras, o boi, o asno, os magos que vieram do Oriente e a estrela que os conduzira até Belém. Todos sorriam, salvo um. São José, entristecido, murmurou: “Eu queria uma filha.”

Eduardo Galeano

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Pata Negra  On Quinta-feira, 18 Dezembro 2008 at 1:51 am

    Gostei do texto / não conhecia / sou capaz do aproveitar pelo Natal.
    Um abraço a copiar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: